Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Casa da Ju

Um blog sobre DIY, Costura, Livros, Filmes e mim…

Casa da Ju

Um blog sobre DIY, Costura, Livros, Filmes e mim…

A Internet é uma coisa fantástica, não é?

Há 1 forum que frequento com alguma regularidade. É sobretudo frequentado por pessoas que já adoptaram, foram adoptadas ou querem adoptar e é muito útil porque permite-nos trocar experiências com pessoas que enfrentam todos os dias os mesmos desafios que nós... Para além de que conhecemos outras pessoas...

E é isso que anda a acontecer nas últimas semanas... Num outro fórum (que frequento bem menos) fiquei a saber de mais uma história feliz de adopção. Um casal, que por acaso vive aqui bem perto, está a adoptar neste momento (e por este momento leia-se que hoje é o 1º dia completo que as crianças vão ter com os pais) dois irmãos, um menino de 5 anos e uma menina de 2 anos. Quando li os relatos de felicidade daquela nova mãe identifiquei-me com quase tudo e relembrei-me do nosso verão do ano passado.

Não é fabuloso? Mais duas crianças que saíram de uma instituição. Mais 2 crianças que vão ter tudo o que merecem nesta vida. Mais 2 irmãos que não foram separados. Mais um casal que vai realizar um sonho. Mais um casal que se está literalmente nas tintas para o facto de os filhos deles não terem a mesma cor que eles...

Fiquei mt feliz por todos! E desejo-lhes as maiores felicidades!

Estes 2 fóruns que frequento regularmente são bem diferentes um do outro... Num falar de raça ou cor é quase um tabu. Há pais e crianças que sofrem na pele algum tipo de discriminação todos os dias e se insurgem (muito e fortemente) contra quem acha "normal" apenas querer crianças de raça branca. No outro há muitas pessoas que sonham com 1 criança que seja o mais parecida possível consigo (e também o mais bebé possível), enfim que seja o filho biológico que muitas não puderam ter...

Sinceramente... o tema da raça vai-me aos nervos. Não me parece que deixar de falar em raça faça sentido (como alguns acham no 1º fórum que falei). Não sei se raça é a designação mais correcta, mas também não me parece muito relevante. Raça é uma expressão que todos entendem e por isso a utilizo. Por isso e porque não a sinto como ofensiva. Também não me parece ofensivo dizer preto ou negro da mesma maneira que digo que sou branca.

Acho que a grande questão sobre este tema da raça... é a diferença. É que dizer que alguém é de outra raça é sobretudo dizer que essa pessoa é diferente. Da mesma maneira que são todos os asiáticos, os latinos, os europeus, etc... E a questão é que dizer a alguém que é diferente normalmente não é um elogio. E aí é que está o problema...

É que ser diferente é bom. É muito bom. O problema era se fossemos todos iguais. Com o mesmo aspecto, com a mesma roupa, com as mesmas ideias, a ouvir a mesma música, a sermos, enfim, iguais... Isso é que me parecia um problema grande.

Eu sou diferente. Eu ainda não encontrei ninguém igual a mim. Todas as pessoas à minha volta são diferentes.
E ainda bem! Porque isso é que as torna únicas!

E você é diferente?


2 comentários

Comentar post