Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Casa da Ju

Um blog sobre DIY, Costura, Livros, Filmes e mim…

Casa da Ju

Um blog sobre DIY, Costura, Livros, Filmes e mim…

Esta é mais uma daquelas expressões comuns na gíria das empresas portuguesas.
E hoje consegui surpreender-me pela naturalidade com que a aceito, com a facilidade com a qual convivo.
Ao que parece aconteceu agora a um amigo meu que trabalha numa típica empresa portuguesa.
Como raio é que alguém bom, muito bom fica sentado a 1 secretária sentado sem nada para fazer? Porque é que a empresa se já não o quer mais não chega a acordo com ele e o manda embora?
Pelas razões que todos já sabemos... politiquices internas, despedir em Portugal é dificílimo. Custa muito dinheiro. Tanto que o incentivo à contratação e à criação de emprego é nulo. Esta rigidez laboral com a qual convivemos faz destas coisas... que pessoas boas, muito boas fiquem emprateleiradas até que se fartem e saiam da empresa pela sua vontade.

Não há paciência para estes métodos de meia tigela que as empresas portuguesas usam.
Assim como vamos avançar? Mantendo pessoas boas numa empresa sem fazer nada? Por politiquices internas?
Não há mesmo paciência...