Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Casa da Ju

Um blog sobre DIY, Costura, Livros, Filmes e mim…

Casa da Ju

Um blog sobre DIY, Costura, Livros, Filmes e mim…

O Gu esta semana abriu a dele.
Ligaram da escola a meio da tarde. Tinha caído, feito 1 golpe na testa, grande e fundo e acharam melhor ir para o hospital.

Pedi para o levarem enquanto eu e o pai nos punhamos a caminho para ir lá ter.

Saí do trabalho. Fila para sair do parque de estacionamento. Acidente com dois autocarros. Esperar. Desesperar. Optar por sair em contra-mão. A5. Fila em Monsanto (às 4 da tarde).
220 na autoestrada (cada vez gosto mais de ti carrinho!...).

Chego ao hospital de Cascais. O pai já lá está. O Gu está mais calmo. Vê-me e chora só 1 bocadinho. Tem 1 penso na testa e não consigo ver o buraco que esconde. Já lhe mudaram a t-shirt e há poucos vestígios de sangue nas calças.

Chamam-nos e vamos para a sala das pequenas cirurgias. Embrulham-no num lençol para não se conseguir mexer (e não ter frio de acordo com a lógica dele). O pai sai da sala, só pode ficar 1 de nós e eu fico para lhe agarrar nas pernas. Vejo o buraco. Vê-se claramente o osso. A enfermeira agarra-lhe a cabeça. O médico cose. E ele grita. Grita muito. Fica muito irritado e pede para não o agarrarem. O médico termina. 4 pontos. E ele levanta-se.

Saímos da sala e pede-me os sugos que eu tinha prometido antes de entrarmos.

E aí fico a saber que ele está bem. Que já não lhe doi. Que a anestesia correu bem. E preocupo-me pela cicatriz enorme com que vai ficar. Mesmo no meio da testa. E preocupo-me com o outro. Que está sózinho na escola. E tem medo que não o vamos buscar.

Diz-me a minha flor que esta é só a 1ª cicratiz. E que virão outras coisas. Os ossos partidos e outras coisas.

mas eu cá não sei se terei coragem para tanto...

1 comentário

Comentar post