Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Casa da Ju

Um blog sobre DIY, Costura, Livros, Filmes e mim…

Casa da Ju

Um blog sobre DIY, Costura, Livros, Filmes e mim…

Andamos a adiar obras em casa. Estamos cá há 10 anos. Temos 3 feras em casa (leia-se 2 miudos e 1 cão:) ). 3 feras que riscam o chão, que estragam torneiras na casa de banho. 10 anos de pouca manutenção. E agora coragem para mandar polir e envernizar o chão de madeira da sala? Coragem para mudar o solaho flutuante? Coragem para arranjar as casas de banho? Coragem para mudar os electrodomésticos que funcionam mas que começam a ter "manias"?

Aliás, alguém me explica este hábito que os electrodomésticos têm para ganhar manias? Funcionam por isso é desperdício deitar fora. Arranjar também é um bocado ridículo. Mas de repente a porta só fecha com aquele jeitinho, o fogão só acende à terceira, a máquina deita água (mas pouca e só de vez em quando, de forma aleatória, como explicar isso ao técnico que nos vai cobrar só pela deslocação, sem garantias de reparação), etc...

Que raios!

Só de pensar na trabalheira. Só de pensar na despesa.

Acho que vamos mas é de férias :)

Ontem fui ao Ikea com a minha irmã. Comprar coisas para a casa dela, arrumação, protectores de gavetas, etc... Fomos ao final do dia. Como sempre aquilo estava cheio. Díficil estacionar, lugares de grávida todos ocupados (a minha irmã está grávida e já que eu nunca gozei desse estatuto agora sempre que a tenho dentro do carro aproveito). Ikea normal. Parece que ninguém foi de férias e que ficaram todos em Lx a fazer compras.

Entretanto percebi que aquilo estava cheio de angolanos. Nada contra. Muito pelo contrário. Se há discurso no qual não vou é naquele que demoniza o turismo, que reclama dos dolares e euros gastos na av. da Liberdade, nas lojas e restaurantes de Lx (e também do Porto). É dinheiro que entra no país e só consigo ver isso como positivo. É claro que há que ter cuidado para não nos tornarmos uma Barcelona, que tem inúmeros problemas relacionados com o turismo, mas estamos muito longe, não é? Basta comparar o número de visitantes de Lx com Barcelona para percebermos a quantas milhas estamos. Por isso nada de complicar. Turismo é bom. Bom para a economia. E logo bom para os nossos (meus) impostos. Faz-lhes bem à saúde.

Agora, no Ikea? O que raio se pode comprar no Ikea que se consiga enfiar tranquilamente num avião? Mobília? Nããã... Roupas de casa, decoração, almofadas, louça, talheres, ??... Não consigo entender. Claro que podem ser pessoas que tenham cá casa. Mas tantas assim? Dificilmente. 

Claro que eu tive que comprar mais uns tarecos, que na altura me pareceram muito baratinhos e fundamentais. Como de costume gastei muito mais do que era suposto. Acredito, cada vez mais, que esse é o modelo de negócio dos srs do Ikea. Como gastar dinheiro em coisas úteis mas sem as quais viveríamos igualmente bem?

O ano passado começámos 1 projecto novo… um dos grandes e estruturantes… Comprámos 1 casa velhinha na costa alentejana com 1 jardinzinho para recuperar…
A casa já levou as obras necessárias (depois conto as dores de cabeça e todos os desafios e despesas extra não previstas inicialmente) mas agora estamos na fase de acabar de mobilar e decorar.
Claro que não queríamos gastar fortunas mas por outro lado não queríamos 1 casa decorada na totalidade no ikea. Nada contra o ikea, muito pelo contrário! Comprámos lá imensa coisa, as coisas são boas e muitas cumprem o objectivo de contenção orcamental. Por outro lado, são uma óptima solução para quando nos fartamos delas… não pensamos na fortuna que custaram e sentimo-nos muito mais tentados a ir mudando… Enfim, sou fã do ikea! Mas não queríamos que a casa parecesse um catálogo do ikea… queríamos que tivesse alguma personalidade, um ar acolhedor, um mix de tradicional alentejano e moderno, mas ao mesmo tempo muito confortável…

E foi assim que entrei na fase DIY… Comecei a vasculhar o OLX e tenho comprado lá imensa coisa… que depois tenho ajeitado e colocado a gosto (com tempo e calma).

Comecei a acompanhar blogs de DIY para aprender como se faz e agarrei-me `as tintas e aos pinceis e tem sido um desafio bem giro.

Um dos blogs que mais tenho seguido é o da Centsational Girl (ora espreitem aqui). Os blogs aliás são quase todos made in USA. Há imensos óptimos, mas muito levantam os problemas de termos dificuldade em arranjarmos muitos dos produtos que eles usam. Tenho ido muito ao Leroy Merlin, que prefiro. Tem muitas coisas, mais variedade, mas mesmo assim há coisas que não se encontram cá e algumas que nem sei traduzir… Enfim uma aventura…

Um dos primeiros projectos básicos foi o de converter uns cestos de verga grandes para colocar nos quartos para a roupa suja… Trata-se de uma casa de férias e se há coisa que detesto é roupa espalhada por todo lado… e ter que andar em férias em grandes arrumações… Por outro lado com 3 quartos e 1 casa de banho não há cesto de roupa suja na casa de banho que resolva… então arranjei uns cestos grandes de verga na arrecadação dos meus pais. Cheios de teias de aranha mas que após uma boa lavagem ficaram óptimos… óptimos mas yuck!

Então com umas latas de spray pintei o interior de 1 de azul e o exterior de branco e o outro de laranja por dentro e branco por fora. Ficaram com um ar muito mais leve, encaixam bem na decoração que escolhi, cabem bem debaixo da cama (escolhi camas altas para que as malas e sacos de viagem fiquem bem guardadas debaixo da cama - assim os quartos têm sempre um ar arrumado)…

Yuck!
 Voilá!

Vou-vos mantendo a par das coisas que tenho andado a fazer!