Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Casa da Ju

Um blog sobre DIY, Costura, Livros, Filmes e mim…

Casa da Ju

Um blog sobre DIY, Costura, Livros, Filmes e mim…

Normalmente fazemos 2 semanas de férias no verão. Tipicamente agosto. As crias não têm escola nem em julho nem em agosto e em julho é mais fácil arranjar actividades para eles.

Sonhamos sempre em fazer 3 semanas de férias.

Este ano vamos conseguir, mas intercaladas, 1 + 2. É intencional esta paragem. É uma forma de prolongarmos mais um bocadinho o verão. 1 semana para ficar com o gosto, pára-se e vem-se 1 semana para o marasmo de Lx em agosto e depois mais 2 semanas de férias, antes do caos do novo ano lectivo e de todos os assuntos que já estão a começar a marinar.

Sonho com Alentejo, com a praia dos Alteirinhos, com fins de tarde na praia, noites frescas para leitura, ameijoas, cornetos soft da Olá (adoro o de avelã!), com calma, vinho e comida boa. Tudo coisas que vão ser destruídas com o barulho bom dos míudos, os mosquitos à noite, o ralhar com o cão que suja a casa toda e os stresses normais de que falta pão e é preciso ir às compras, a roupa que não me serve, é desta que começo a dieta (logo a seguir às férias, claro!), o raio do e-mail  a que não resisti a deitar o olho e que me deixa logo irritada, etce e tal... mas mesmo assim, férias, são férias e apetecem-me mesmo muito.

Tenho ainda que decidir leitura para estes dias. Temnho uma lista de pendentes e algumas coisas por ler mas esta é sempre uma boa oportunidade para ir às compras. O que recomendam?

Os Alteirinhos, a par do Guincho quando não há vento (ou seja quando um rei faz anos), são a melhor praia do mundo. Muito, muito bom.

Mesmo perto da Zambujeira do Mar, com uma escadaria imensa de madeira (dantes era mesmo a saltitar pelos carreiros e calhaus), um areal muito bom, um mar que cheira a mar, abrigado do vento, falésias majestosas, poucas pessoas e espaço para estender a toalha. Sem bolas de berlim (ok, entendo que possa ser um handicap, mas pelo menos não caímos em tentação... e livrai-nos do mal, Senhor), com rochas e caranguejos para os miudos apanharem (e andarem entretidos durante horas enquanto a mãe vegeta ou lê), com boas ondas para se entreterem com as pranchas. Excelente. Durante anos a nossa praia de eleição até que o ano passado aquelas marés vivas que andaram pela costa fizeram os Alteirinhos desaparecer. Não foi só a areia desaparecer, foi o mar que de repente ganhou espaço e começou a bater nas falésias. E por isso o ano passado não houve Alteirinhos. Este ano voltaram. Areal ainda (muito) pequeno mas a prometer ccrescimento e esperança que dentro de 2 ou 3 anos volte ao que sempre foi.

E este Sábado foi dia de por lá passar a tarde. 

Sair da praia às 7 e meia, solinho bom, e ir directo para A Barca (Traquitanas). Sopa de peixe, arroz de tamboril e Monte da Peceguina, na rua a ver o mar prata e o sol a sumir-se de nós. Comida boa, caseira, honesta, com nomes simples, sem manual de instrucções culinários (carne marinada nos seus sucos, blablabla). A 3, que 1 dos G's anda pela vida dele com os amigos da bola (já, tão cedo???).

 

O ano passado começámos 1 projecto novo… um dos grandes e estruturantes… Comprámos 1 casa velhinha na costa alentejana com 1 jardinzinho para recuperar…
A casa já levou as obras necessárias (depois conto as dores de cabeça e todos os desafios e despesas extra não previstas inicialmente) mas agora estamos na fase de acabar de mobilar e decorar.
Claro que não queríamos gastar fortunas mas por outro lado não queríamos 1 casa decorada na totalidade no ikea. Nada contra o ikea, muito pelo contrário! Comprámos lá imensa coisa, as coisas são boas e muitas cumprem o objectivo de contenção orcamental. Por outro lado, são uma óptima solução para quando nos fartamos delas… não pensamos na fortuna que custaram e sentimo-nos muito mais tentados a ir mudando… Enfim, sou fã do ikea! Mas não queríamos que a casa parecesse um catálogo do ikea… queríamos que tivesse alguma personalidade, um ar acolhedor, um mix de tradicional alentejano e moderno, mas ao mesmo tempo muito confortável…

E foi assim que entrei na fase DIY… Comecei a vasculhar o OLX e tenho comprado lá imensa coisa… que depois tenho ajeitado e colocado a gosto (com tempo e calma).

Comecei a acompanhar blogs de DIY para aprender como se faz e agarrei-me `as tintas e aos pinceis e tem sido um desafio bem giro.

Um dos blogs que mais tenho seguido é o da Centsational Girl (ora espreitem aqui). Os blogs aliás são quase todos made in USA. Há imensos óptimos, mas muito levantam os problemas de termos dificuldade em arranjarmos muitos dos produtos que eles usam. Tenho ido muito ao Leroy Merlin, que prefiro. Tem muitas coisas, mais variedade, mas mesmo assim há coisas que não se encontram cá e algumas que nem sei traduzir… Enfim uma aventura…

Um dos primeiros projectos básicos foi o de converter uns cestos de verga grandes para colocar nos quartos para a roupa suja… Trata-se de uma casa de férias e se há coisa que detesto é roupa espalhada por todo lado… e ter que andar em férias em grandes arrumações… Por outro lado com 3 quartos e 1 casa de banho não há cesto de roupa suja na casa de banho que resolva… então arranjei uns cestos grandes de verga na arrecadação dos meus pais. Cheios de teias de aranha mas que após uma boa lavagem ficaram óptimos… óptimos mas yuck!

Então com umas latas de spray pintei o interior de 1 de azul e o exterior de branco e o outro de laranja por dentro e branco por fora. Ficaram com um ar muito mais leve, encaixam bem na decoração que escolhi, cabem bem debaixo da cama (escolhi camas altas para que as malas e sacos de viagem fiquem bem guardadas debaixo da cama - assim os quartos têm sempre um ar arrumado)…

Yuck!
 Voilá!

Vou-vos mantendo a par das coisas que tenho andado a fazer!